#Programador Full Stack #desenvolvedor #desenvolvimento Full Stack #Java #JavaScript #React #o Que é Full Stack #html #css #tecnologia #tecnologias Emergentes #front-end #full Stack #gestão De Processos #gestão De Projetos #Angular #JSON (JavaScript Object Notation) #php

Postado em 16/05/2020 em Desenvolvedor Web 250 vezes

Por Fabiano Lima

Mas, afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? o que faz e como trabalha?

O profissional Full Stack domina todas as etapas da evolução de uma aplicação. A habilidade técnica e compreensão do funcionamento de todo o negócio, Pois resolver alguns problemas pode não ser uma tarefa tão fácil

Mas, afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? o que faz e como trabalha?

Mas afinal o que é um desenvolvedor ou programador Full Stack?

Programador fullstack é aquele que atua em várias partes do projeto (back-end, front-end, banco de dados) e para isso pode usar várias tecnologias

Vamos aos significados, full significa completo e stack significa pilha. Ou seja, o desenvolvedor full-stack nada mais é do que um profissional capaz de atuar em toda ou boa parte do desenvolvimento de uma aplicação, conseguindo trabalhar tanto no front-end quanto no back-end. 

Mas, afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? o que faz e como trabalha?

Como se tornar um Desenvolvedor Full Stack

Você quer seguir ou começar na carreira de Desenvolvedor web? Aproveite para conhecer o curso Desenvolvedor Full Stack da Danki Code!

E não se preocupe pelo fato de não possuir nenhum conhecimento a respeito de programação. Apenas foque em compreender essas técnicas que serão mostradas pelo Instrutor do curso Full Stack Guilherme e verá sua carreira evoluir.

Gostou? Então não perca tempo, conheça o curso clicando no link abaixo:

Clique AQUi

Para Acessar o Site OFICIAL

 

- Um Ponto de Vísta

O desenvolvedor full stack não precisa ser um expert em todas as áreas. Estes profissionais devem ter um cuidado com sua carreira, é não querer conhecer um pouco de tudo sem se aprofundar em nada. É importante que ele tenha uma amplitude de conhecimento, porém também é preciso que ele aprofunde nos conhecimentos em uma área específica.

Vamos citar um exemplo: "O desenvolvedor fullstack é um profissional semelhante a um jogador de futebol polivalente, que conhece os fundamentos de cada posição e é um craque na sua posição nativa".


 

Por onde começar a carreira de full stack?

Para muitos profissionais, entrar na área pode acontecer naturalmente, começando por uma parte do desenvolvimento, como o Front end e back-end, e depois ganhando conhecimento e afinidade com outras tecnologias.

A habilidade principal e que praticamente define o desenvolvedor full stack; ser capaz de atender demandas de front-end (interface, UX, etc) e back-end (servidor, banco de dados, implementação, etc) é imprescindível. Para front-end é necessário conhecimento nas linguagens HTML, CSS e JavaScript. Conhecer frameworks como React.js e Angular 2 é um grande diferencial.

Mas, afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? o que faz e como trabalha?

No caso do back-end, a gama de linguagens é extensa e, neste caso, o conhecimento pode ser mais específico. Exemplo: PHP, C#, Java, etc. Aprender MongoDB, Express.js, React e Node.js para criar aplicações orientadas por bancos de dados não relacionais pode abrir muitas portas, pois são tecnologias muito demandadas atualmente

Lidar com pessoas de várias áreas: por definição, o programador já costuma trabalhar com pessoas de diversas áreas; porém, isso é ainda mais válido para o desenvolvedor full stack, que às vezes precisa lidar com executivos, pessoas do comercial, suporte e atendimento para atender suas demandas e criar novas soluções. Senso crítico: por trabalhar com diversas áreas do conhecimento diferentes (não só as duas áreas do desenvolvimento web), o full stack precisa ter um senso crítico elevado e capacidade de tomar decisões inteligentes; é claro que isso vale para outras profissões, mas é extremamente importante para esse profissional. Essas são habilidades esperadas de um desenvolvedor full stack. E, como são habilidades (e não capacidades natas), podem ser desenvolvidas por qualquer um. Se você tem interesse nessa carreira, deveria considerar seriamente estas habilidades para o seu desenvolvimento profissional.

 

Quanto ganha o Desenvolvedor Full Stack?

De acordo com o site Love Mondays, a média salarial do Desenvolvedor Full Stack é de R$ 4.850,00. Porém, isso vai depender muito do nível de conhecimento do profissional em questão. Na mesma fonte, há ofertas que prometem o salário de R$ 1.574,00 (estágio ou júnior) e outras que chegam a até R$ 10.940,00 (sênior).

Mas, afinal, o que é um desenvolvedor full-stack? o que faz e como trabalha?

Vale ressaltar que algumas outras características acabam não sendo consideradas nessas médias salarias. A possibilidade de crescimento profissional, a maturidade e cultura incentivada, o porte da empresa e os benefícios oferecidos são detalhes que podem fazer toda a diferença na hora de se escolher um novo emprego.

Além disso, vale ressaltar também que dominar uma habilidade técnica, que é o caso do Desenvolvedor Full Stack, é uma das portas de entrada para cargos de gestão – que geralmente oferecem remunerações maiores. Portanto, se você está de olho em bons salários, pode ter certeza que essa carreira trará muito desafios e boas recompensas financeiras.

 

Ter o perfil de um desenvolvedor full-stack pode parecer difícil no começo, mas vale muito a pena no longo prazo! Além disso, você terá maior controle sobre todo o processo de desenvolvimento das aplicações.

Tenha força de vontade. SUCESSO!


Deixe seu comentário aqui: